3° Congresso Internacional de Inovação

Padrão

Realizado no espaço FIERGS nos dias 18 e 19 de novembro de 2010, o evento caracterizou-se pela diversidade de assuntos e áreas que participaram, desde a construção e organização dos espaços diversos, como do público que conseguiu atingir, o Congresso foi marcado pela Inovação – o seu tema central. Através da proposta de espaços de discussão on-line, de mesas-redondas, de palestras em formatos inovadores, da proposta de espaços de exposição através de cases – tanto de empresas, como de projetos – inovadores, das diversas e extremamente válidas exposições que foram realizadas de diferentes maneiras (através de vídeos, palestras, pequenas bancas de atendimento pessoal, pequenos labirintos expositivos, localizados em frente ao Teatro da FIERGS, experimentação de serviços e produtos), o Congresso conseguiu tornar real a inovação que buscou promover.

As plenárias e painéis conseguiram agregar profissionais, iniciativas, cases, spin-offs, start-ups, estudantes, empresas e organizações das mais diferentes áreas, o que enriqueceu muito o debate. Cito como exemplos a brilhante participação de Pablos, de Tom Kelley, e da plataforma on-line interativa, aberta para discussão global da temática do evento (Web 3i). Inúmeros debates demonstraram de forma clara que a relação Universida-Empresa-Sociedade pode ocorrer á bom termo, quando ocorre á níveis salutares, de maneira cooperativa, empreendedora e inovadora.

Queria destacar alguns pontos apresentados em diversas apresentações, e a enorme quantidade de vezes que mencionaram o campo das Ciências Farmacêuticas e Biotecnologia – em especial as áreas de P&D, inovação em cosméticos e medicamentos, pesquisa de doenças e tratamento, dentre outras diversas – e outros relacionados a saúde. Mesmo não tendo participado de todos os espaços do evento, garanto que nossa área de atuação fez parte da retórica de:

– Pablos, um dos empresários da Adventure Capital Fund que possui mais de 5 bilhões de doláres investidos a fundo perdido em projetos, na plenária “Arte da Inovação na Perspectiva de um Hacker”. É um futurista, inventor e especialista em segurança digital e principalmente um conhecido e assumido hacker (durante a apresentação ele demonstrou um pouco da habilidade, mostrando que páginas um participante randômico tinha acessado há pouco, através de um software em seu computador).
– GILSON PAULO MANFI, Gerente de Inovação e Parcerias da Natura, NALDO MEDEIROS DANTAS, Representante ANPEI – Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras, e de DANTE ALARIO (BRASIL) – Diretor de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação, Biolab Sanus Farmacêtica Ltda no painel Interação Universidade − Empresa organizado pela SEDETEC/UFRGS.
– de diretores de multinacionais como Tom Kelley, Diretor Executivo da Ideo, consultoria especializada em design, também Autor dos livros “A Arte da Inovação” e “As Dez Faces da Inovação”, na plenária “Estratégias para reforçar a criatividade e criar uma cultura de inovação”.

Foram algumas dentre outras tantas menções de diferentes palestrantes ao nosso setor. Todos sempre apontaram como é grande o potencial da área, e como a inovação pode nos guiar para o avanço. Cabe a nós, visualizarmos de que maneira podemos ser inovadores, que a complexidade de nosso currículo fornece inúmeros problemas, mas também milhares de oportunidades! Basta criatividade, vontade e interesse. Foram essas as palavras que muitos destes empresários bem-sucedidos mencionaram serem as mais procuradas por grandes empresas: paixão, vontade e interesse.

Com certeza uma das últimas coisas que esperava era ir para uma palavra de um hacker/empresário, e ele falar sobre o ciclo evolutivo da malária, do quão interessante esse estudo era, e que não podemos só imaginar a cura de doenças em forma de medicamento. Que devemos também pensar no ciclo como uma teia de sítios de ação (é, ele sabia o que eram e falou disso na plenária) e possibilidades, como as que estão usando para desenvolver uma rede de raios laser para eliminar mosquitos transmissores, e para rastreá-los via satélite. Fora as pesquisas de nano-robótica voltada ao tratamento do câncer. Sem dúvida, quem foi não se decepcionou.

Mais informações no site oficial do evento: clique aqui para acessar.

Carta aberta do Congresso: clique aqui para acessar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s